Microsoft office per tablet android https://pilloleitalia.net/ tassi di ipoteca rifinanziare wells fargo
 

pilloleitalia.net più alta qualità pillole

MODA

05/04/2010

Na Vanguarda da Moda

A desconstrução de Jum Nakao e Nicolas Ghesquière

Por Graciele Galera

Movimento de vanguarda é aquele que nem sempre busca adequar a arte à  sociedade. Inspirado pelo pensamento moderno, instiga e provoca reações até nos mais leigos.

Estilistas chamados de vanguardistas abusam de ares robóticos, tecnológicos e computadorizados, aliados as novidades de tecnologias têxteis e estamparia. Apropriam-se do estruturalismo, daquilo que chamamos de high tech, de ultramoderno, e mesmo quando incompreendidos, não deixam de trazer brilho aos olhos daqueles que se permitem. A nova cara do vanguardismo quebra paradigmas. O artista busca redesenhar as linhas do corpo humano, longe dos padrões que acostumamos apreciar. Imune de limites, esse artista consegue transcender, transformando a estética em algo peculiar. Um bom exemplo disso é a marca Balenciaga, desenhada hoje por um dos maiores nomes da moda atual, o francês Nicolas Ghesquière. 

                    Coleção Masculina Balenciaga inverno 2010

Estes artistas abrem as portas da imaginação. Vivem na busca desenfreada pelo novo, convivem com a ânsia de ser inventivo, de ousar a qualquer custo. O vanguardista tem a segurança necessária para sair da linha, e fazer da arte algo admirável, mesmo quando incompreensível. 

A moda de vanguarda mantém um relacionamento assíduo com tudo que está  por vir, consegue tornar o inutilizado válido. E essa diferença fica explícita quando nos deparamos com o uso de materiais até então incabíveis.  Como no caso de Jum Nakao que fez uma coleção inteiramente de papel chamada ‘A Costura do Invisível‘. O desfile, apresentado em junho de 2004, no São Paulo Fashion Week, ganhou fama mundial sendo apontado como o desfile da década.  


 

São nestas situações que o novo rompe com o velho, deixando de lado antigos costumes e utopias.  O que ontem era chamado de extravagância, na pós-modernidade é reconhecido e admirado, já aproximando o conceitual do usual. Essa nova tendência que mistura cores e formatos dá vida às idéias e mentes daqueles que transitam em outro tempo, que buscam na arte o inusitado e o belo em outros moldes.  

Jum Nakao pode ser considerado o representante brasileiro no cenário da moda vanguardista. Moderno e apaixonado por tecnologia, Nakao era frequentador assíduo do mítico Madame Satã, no início dos anos 80, em São Paulo, reduto dos jovens ligado a cultura underground, que fervia na época.  Era no Madame Satã que observava como o vestuário estava ligado as atitudes do indivíduo, passando a criar através da moda possibilidades de transformação e liberdade.    

               Fotos: Sandra Bordin

Fica a dica para estudantes, profissionais de moda e afins, Jum Nakao vai ministrar a oficina ESTRUTURAR - Prática de modelagem com desconstrução e construção de roupas, em Pomerode,  SC.  A oficina será realizada no ORBITATO - Instituto de Estudos em Arquitetura, Moda e Design; nos dias 11 e 12 de abril.  
 

 


blog comments powered by Disqus


2018

Abril
Julho

2016

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Julho
Setembro
Novembro

2015

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Outubro
Novembro
Dezembro

2014

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Dezembro

2013

Janeiro
Fevereiro
Março
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro





Política de Privacidade | Sobre | Anuncie | Contato | Copyright © 2019 culture-se - Todos os Direitos Reservados.